Diagnóstico e Tratamento 

SÍNDROME DE BURNOUT

A pessoa que sofre de Síndrome de Burnout costuma apresentar um nível de estresse enorme, cansaço e mal-estar generalizado, apresentando assim, sinais de esgotamento físico, psíquico e emocional que se relacionam diretamente ao desempenho e à atividade profissional.

Caracteriza-se por: exaustão emocional, despersonalização e diminuição da realização pessoal.

A exaustão emocional caracteriza-se por fadiga intensa, falta de forças para enfrentar o dia de trabalho e sensação de estar sendo exigido além de seus limites emocionais.

A despersonalização caracteriza-se por distanciamento emocional e indiferença em relação ao trabalho ou aos usuários do serviço.

A diminuição da realização pessoal se expressa como falta de perspectivas para o futuro, frustração e sentimentos de incompetência e fracasso.

A Síndrome de Burnout não deve ser confundida com a tensão diária que vivemos nos problemas de trabalho, pois o Burnout não se refere a um evento ou período específico em que estejamos pontualmente mais estressados, e sim a um estado de estresse crônico com consequências muito mais severas.

  • Sensação de esgotamento físico ou emocional

  • Desmotivação intensa em relação as atividades do trabalho e ao próprio fato de trabalhar

  • Vontade de faltar ou evitar atividades relacionadas ao trabalho

  • Lapsos de Memória

  • Irritação e Agressividade – Mudanças bruscas de humor

  • Dificuldade para dormir

  • Ansiedade

  • Dificuldade para levantar para trabalhar

  • Tristeza, pensamentos negativos

  • Sensação de falta de sentido

  • Sensação de sobrecarga – Trabalha demais e nunca consegue acabar

  • Não conseguir se desligar – Os pensamentos sempre estão no trabalho.

  • Sintomas físicos como: Dor de cabeça, taquicardia, sudoreses, falta de ar.

Agende uma consulta!

© 2016 by Dra Juliana Leite